Não seria bom se apenas fosse necessário fazer algumas caminhadas para perder peso? Olhe que, se calhar, a ideia não é assim tão descabida. Descubra tudo aqui.

Apesar de a afirmação parecer boa demais, a verdade é que as caminhadas, desde que executadas de acordo com determinadas regras e combinadas com alguns ajustes nos hábitos de vida, podem mesmo ser o único exercício físico necessário para perder peso.

Para que possa julgar por si mesmo e, quem sabe, até testar na prática esta teoria, apresentamos-lhe de seguida uma série de elementos absolutamente essenciais sobre a mesma. Assim prepare-se para conhecer os argumentos por trás de quem defende as caminhadas como meio de emagrecimento, bem como algumas sugestões e dicas para colocar em prática o seu próprio teste empírico.

ANTES DE MAIS, QUAIS AS VANTAGENS PRÁTICAS DAS CAMINHADAS?

Eliminam a necessidade de ginásios, treinadores ou coreografias aeróbicas demasiado complicadas;

A caminhada é uma atividade física muito simples, fácil e barata, que já faz parte da sua vida diária.

Pode fazê-la num ambito social, com companhia, o que a torna uma forma de lazer

E QUANTO A BENEFÍCIOS PROVADOS PARA A SAÚDE?

Um estudo americano descobriu que, à medida que envelheciam, as pessoas que caminhavam um mínimo de 4 horas por semana ganhavam menos peso do que as que levavam vidas mais sedentárias;

Cientistas da Universidade do Colorado descobriram também que as caminhadas regulares ajudam a prevenir doenças arteriais que limitam o fluxo sanguíneo nos membros inferiores, provocando dores nas pernas (de que pelo menos 1/5 dos idosos se queixam);

Especialistas da Universidade de Massachusetts estabeleceram que as pessoas que caminhavam todos os dias tinham 25% menos de constipações do que as pessoas que não o faziam;

Ainda segundo os especialistas, as caminhadas são um tipo de exercício que também ajuda a prevenir a osteoporose, uma vez que colocam pressão sobre os ossos, que respondem estimulando o desenvolvimento e renovação dos tecidos;

Por fim, o melhor de tudo é que as caminhadas, como outras formas de desporto, vão fazê-lo sentir-se bem consigo mesmo! Os especialistas defendem que caminhar três ou quatro vezes por semana, nem que seja apenas 30 minutos de cada vez, ajuda pessoas com depressões a melhorar a sua disposição.

MAS, AFINAL, AS CAMINHADAS EMAGRECEM OU NÃO?

Vamos ser claros: para perder peso, mais do que qualquer exercício físico, o ideal mesmo é proceder a uma alteração de dieta, que leve à ingestão de menos calorias;

Dito isto, a verdade é que as caminhadas podem mesmo ajudar a emagrecer, dependendo para isso não só da sua conjugação com uma dieta apropriada, mas também da sua duração e da intensidade com que são feitas;

Assim, para obter o máximo de resultados, deve levar a cabo caminhadas demoradas, que variem entre os níveis de intensidade moderado e vigoroso – isto é, quanto mais quilómetros andar e quanto mais rápido for o seu ritmo, mais calorias queima;

No entanto, atenção ao equilíbrio: mais vale começar a caminhar de forma leve e ir aumentando a intensidade, sob o risco de contrair lesões, ficar demasiado dorido e completamente desmotivado.

Nota: quando se atinge o peso pretendido, é ainda mais importante continuar a praticar exercício para o manter. Assim, não abandone a dieta saudável e continue a caminhar!

EXISTEM ESTRATÉGIAS PARA EMAGRECER AO CAMINHAR?

Basicamente, para perder peso a caminhar, só terá mesmo de corrigir a postura, caminhar mais rápido e durante mais tempo. Mas vamos concretizar um pouco mais: segundo os especialistas, devíamos caminhar cerca de 10.000 passos por dia para manter a saúde; para emagrecer, o número sobe para os 16.000 passos diários.
Veja aqui quais os melhores acessórios de fitness para controlar o seu treino diário
Sabendo que deve começar com moderação, elevando a duração e intensidade das caminhadas à medida que a sua resistência aumenta, eis 3 planos sugeridos pelos ditos especialistas:

INICIANTES

De segunda a sábado: ande 10 minutos a um ritmo moderado;
Domingo: ande devagar durante 20 minutos.

INTERMÉDIOS

Segunda: descanse;
De terça a sexta: ande 25 minutos a um ritmo moderado num dia e 30 minutos no seguinte;
Sábado: ande rápido durante 20 minutos;
Domingo: ande 45 minutos a um ritmo moderado.

AVANÇADOS

Segunda: descanse;
De terça a sexta: ande 45 minutos a um ritmo moderado num dia e 50 minutos no seguinte;
Sábado: ande rápido durante 50 minutos;
Domingo: ande 60 minutos a um ritmo moderado.

Nota
Deve aumentar a duração da caminhada em 5 minutos cada 2 semanas, elevando progressivamente o ritmo da mesma. Ao fim de 3 meses vai ficar espantado com os resultados!

E DICAS EXTRA PARA POTENCIAR A QUEIMA DE GORDURA?

Comece por caminhar da forma adequada: mantenha-se bem direito, com os braços ao lado do corpo e os abdominais contraídos; os ombros devem ficar relaxados e o olhar posicionado em frente; os cotovelos devem estar dobrados num ângulo de 90º e as mãos em concha; apontando sempre com o calcanhar, avance com a perna direita, movendo o braço esquerdo para a frente; caminhe, alternando os membros.

Quanto à respiração: não se esquece de o fazer, tentando encontrar um padrão; isto é: conte o número de passos que dá entre a inspiração e a expiração e procure mantê-lo.

Outro fator importante é o terreno: adicionar subidas à sua rota vai ajudá-lo a queimar calorias; as superfícies menos rígidas, como areia ou lama, e os terrenos com mais depressões também exigem mais esforço, ajudando à perda de peso.

Esperamos ter esclarecido todas as suas dúvidas, recomendando apenas que consulte o seu médico de família antes de começar a colocar em prática todas as dicas que lhe deixámos. Boas caminhadas!

Fonte: Vida Ativa.pt

Deixe uma resposta